quarta-feira, 6 de novembro de 2013

NEWS: HellArise lança vídeo-clipe


A banda paulistana de death/thrash melódico, formada em 2009, HellArise lançou o clipe da música More Mindless Violence do EP rcém-lançado Functional Disorder!
Confira o clipe abaixo e mais sobre a banda no sitehttp://www.hellarise.com









NEWS: MANGER CADAVRE? DISPONIBILIZA EP ‘ORIGEM DA QUEDA’ PARA STREAMING

A banda de hardcore Manger Cadavre?, oriunda de São José dos Campos, acaba de disponibilizar para streaming seu primeiro EP, intitulado “Origem da Queda”. São cinco músicas rápidas e com letras que tratam desde comportamentos a questões sociais. A gravação ficou a encargo de Friggi Mad Beats (Attomica/Chaos Synopisis) no Caverna Studio.




A banda que existe desde 2011 passou por modificações em sua estrutura, passando a ter apenas uma guitarra e uma vocalista. Este fato foi crucial para os rumos que as composições tomaram.
“Com a saída da segunda guitarra, o Jonas teve mais liberdade para criar. A convivência com o Caio (Desalmado), nos ajudou a reestruturar a bateria e vocal de todas as músicas, de forma que ficassem simples e concisas. A entrada do Marcelo Augusto no baixo somou com a energia que nos faltava.” Comenta, Marcelo Kruszynski (baterista).

Mais informações:
https://mangercadavre.bandcamp.com/
http://mangercadavre.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/mangercadavre
https://twitter.com/mangercadavre

Alice D´Moura - Indiscipline

A banda que terá nossa homenageada hoje é um quarteto de stoner, oriundo do Rio de Janeiro/RJ, que poderia ter todas as integrantes como destaque, já que todas cantam. No entanto, nos reteremos a principal vocalista, Alice D´Moura.

A banda que existe desde 2012, possui como principais influências
AC/DC, Motörhead, Crucified Barbara, Pantera, Alice in Chains, Black Label Society e Black Sabbath.

Indiscipline é:





Alice - Vocals


Thaís Dias - Bass

Maria Fernanda Cals - Guitars/Vocals

Ana de Ferreira - Drums/Vocals




Links relacionados:
https://soundcloud.com/indisciplineofficial
https://www.facebook.com/indisciplineofficial
http://www.indisciplineofficial.com

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Marina Melo - K.A.M.E.

"K.A.M.E.", uma abreviação para "Killing All My Enemies" com um significado metafórico visto que os membros encontram na música uma maneira de se divertir e 'matar' seus problemas, angústias e aborrecimentos... inimigos internos.

Uma banda com influências de Kittie, Deftones, Otep, Coal Chamber, SOAD, Arch Enemy e outras do gênero.

Possuindo membros de Pelotas e Rio Grande(RS), a banda tem como objetivo apresentar trabalho próprio em conjunto a músicas de bandas influentes.
Após algumas mudanças na formação, a banda segue com Marina Melo nos vocais, Simone Del Ponte na bateria, Fernanda Peres na guitarra, Erlon M na guitarra e backing vocals e Vampy Eichmann no contrabaixo.
Lançamos em 2013 nossa primeira demo chamada Stacey. Logo após gravamos Bad Trip com o projeto de estúdio móvel 'Gravaeh'. Mais músicas estão sendo gravadas para lançamentos.

K.A.M.E. é:


Marina Melo (Lead Vocals)

Erlon Guterres(Guitar/Backing Vocals)
Fernanda Peres(Guitar)
Ghost(Drum)
Vampy Eichmann(Bass)




Sites  relacionados:

http://www.facebook.com/KAME.pel 
http://www.soundcloud.com/kameband






domingo, 25 de agosto de 2013

Amanda - Hawthorn

A homenageada de hoje é de uma banda curitibana de metal extremo sinfônico. Amanda é a frontwoman da banda Hawthorn, que existe desde 2004, tendo lançado 2 CDs, um EP e um single nesse período. 

Biografia

Influenciado por bandas escandinavas o HAWTHORN teve seu início em outubro de 2004, na cidade de Curitiba - Paraná, com o intuito de fazer um metal extremo sinfônico, abusando de melodias e vocalizações. Depois do lançamento do THORNS AND BLOOD (2010), um CD que mescla o viking e o black sinfônico, com bastante vocalizações, e ter uma boa repercussão, sendo inclusive lançado fora do país através do selo americano SULLEN RECORDS, e após um período com bastante shows, destacando o show com ELUVEITIE em São Paulo  e a eliminatória regional do METAL BATTLE na cidade de Curitiba, além de mais alguns shows pelo brasil, a banda começa a divulgar o seu segundo CD chamado DARK TALES, um CD muito mais brutal e sinfônico que o seu antecessor, o CD fala de batalhas e conflitos pessoais.




Howthorn é:

Amanda-vocal
Keisi-guitarra
Totti-teclados
Wilian-baixo
Guilherme-bateria


Veja mais em
:http://www.myspace.com/hawthornband
http://www.hawthorn.com.br
http://www.youtube.com/hawthornband
https://www.facebook.com/hawthornbrasil



domingo, 18 de agosto de 2013

Déia Rotta - Demian

A homenagem dessa semana vem um tanto quanto tardia, no entanto a nossa escolhida é uma das vocalistas no cenário Crust/Punk/Grindcore que faz muita falta. Déia Rotta possuía, no Demian, um vocal rasgado e gritado com muita personalidade. A banda, quese originou em 2002, teve seu auge em 2006/2007, quando participou de diversos eventos, e uma das coisas que mais nos chama a atenção, era a postura da frontwoman que incentivava as mulheres a montarem suas próprias bandas, além de todo o contexto social que a banda falava nas letras.

O primeiro trabalho da banda deu-se em 2004, com a demo Crepúsculo da Capital, o qual obteve uma boa crítica, na época, e tornou a banda um grande potencial. Em 2006, lançaram um split 7" que continha 13 músicas do Demian, com a banda Merkit (EUA) pelos selos IFB Records e Dead Tank Distro, ambas norte americanas, e no Brasil, plit CD "A Luta Acaba...Quando A Morte Começa" ao lado da banda Bickle's Cab (UK) que foi lançado pelo selo brasileiro Armadillo Records.

Ouça a demo aqui


“A Banda Demian formou-se no final do ano de 2002 em São Paulo/SP na intensão de fazer uma mescla de Hardcore da velha escola, Thrash Metal dos anos 80, Crust Punk e Grindcore. As letras abordam temas relativos à resistência e inconformismo perante o sistema capitalista, contracultura, religião, homofobia e preconceitos em geral."
A banda encerrou atividades, no entanto esperamos que a Déia volte aos palcos, seja com o Demian ou algum outro projeto!



DEMIAN era:


Déia - voz
Coelho - bateria
Junior - baixo
Fábio – guitarra “¹




Discografia 

Demo Crespúculo do Capital (2004)
Split 7 lançado nos EUA com a banda Merkit (EUA)(2006)
Split lançado no Brasil com a banda Bickle's Cab (UK) chamado “A luta acaba... Quando a morte começa” (2006).

Veja mais:

https://myspace.com/demian
https://www.youtube.com/watch?v=umXwrNLXdwc

terça-feira, 30 de julho de 2013

Ângela - Vocífera

Formada em 2011, a homenageada de hoje é a Ângela,  frontwoman de uma banda composta totalmente por mulheres, que traz um death/thrash metal de qualidade, a Vocífera. Mesmo com pouco tempo de existência, já marcaram presença tocando em grandes festivais como Abril Pro Rock e com grandes bandas como Krisiun e Sodon.


BIOGRAFIA


Fúria, a começar pelo nome. Vocífera vem de vociferar – gritar, exclamar. E toda essa fúria se converte em um som veloz, agressivo e demolidor que dão origem a essa banda de metal formada no ano de 2011 em Recife/PE. 


Para compor seu som destruidor, a Vocífera passeia pelas várias escolas do metal, com nítidas influências de Death e Thrash. Riffs poderosos que transmitem o tom e a agressividade necessária para guiar as letras que mergulham nos medos, ambições e desejos do ser humano.



Apesar do pouco tempo de estrada, a banda já é considerada por sites e blog do gênero umas das gratas revelações do underground pernambucano. O trabalho realizado pela Vocífera já lhe rendeu presença em festivais como o Matanza Fest, no qual dividiu o palco com o Matanza, e apresentação no aclamado Abril pro Rock, ao lado dos ícones do metal mundial Krisiun e Sodom.

Por onde passa, a Vocífera tem colecionado elogios e diversos fãs devido aos vigor e energia intensa do seu show, além de também ter conquistado espaço na imprensa de massa local.
Essa é a Vocífera, uma banda furiosa, empolgante e de personalidade única com qual você precisa dar de cara.

Algumas influências: Venom, Cripper, Dracena, Toxic Holocaust, Destruction, Testament, Arch Enemy, Korzus, Violator, Kreator, Death, Holy Moses, Malsain, Bywar, Izegrim, Midnight, entre outros.






LINKS RELACIONADOS

Soundcloud: www.soundcloud.com/vociferametal
Myspace: http://br.myspace.com/vociferametal

VOCÍFERA É

Angela Metal - Vocal
Lidiane Pereira - Guitarra
Marcella Tiné - Bateria
Erika Mota - Guitarra
Amanda Salviano - Baixo

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Manger Cadavre? & Nuclear Fröst se apresentam na 5ª edição do Festival Sinfonia de Cães

As bandas Manger Cadavre? e Nuclear Fröst, que possuem frontwomans, irão se apresentar na 5ª edição do Festival Sinfonia de Cães, que contará ainda com várias atividades paralelas às apresentações das oito bandas do line up do evento. O evento acontecerá na Praça Roosevelt, no Centro de São Paulo, e terá acesso gratuito. Compareça.

Saiba mais sobre as bandas nos links abaixo:
https://www.facebook.com/mangercadavre
https://www.facebook.com/pages/Nucl%C3%ABar-Fr%C3%B6st/198865310152424?fref=ts





FESTIVAL SINFONIA DE CÃES XTREME V


10 ANOS-SDC

Data: 20/07/2013
Horário: 12h as 22h
Local: Pça Franklin Roosevelt
Acesso Gratuito
Contribuição Sugerida: 1 agasalho, 1 livro ou 1 kg de alimento.
Campanha do óleo – recebemos óleo tb.

BANDAS:
CRUEL FACE
MANGER CADAVRE?
NUCLEAR FROST
INFAMOUS GLORY
FIM DO SILENCIO
SOCIAL CHAOS
CONGO SHOCK
DER + TEST

-Exposição Fotográfica
-Curta+ Foto "Cotidiano Peculiar"
-Ensaio Não Amor
-Fotos da Pimar Ramos

-Sarau : "Sangue Suor e Anarquia"
-Expo de Zines
-Expo Coexistir
-Performance "Me amo Você'
-Cantinho da Criança

Banca
-Balaclava Bolsas e Camisetas
-Mononiu Camisetas
-Gravurando
-CD, Zines e camisetas.
-Andar 7 e meio
-Mamma Vendeta
"Expo de Zines Radio Livre "

- Projeção de vídeos
Trailer - "Guerrilha Gerador"

-Montagem estrutura Geodésica e Banheiro Seco

Arte : Gabi Niu

Realização: Sinfonia de Cães e VAI
Parceiros: Revolta Films, ABM, Projeto Espremedor, Caffeine, Formigueiro, Estúdio Altitude Zero, Sarau da Brasa, Elo da Corrente, do Morro Produções, Andagio Empreendimentos, Povo Brasileiro, Balaclava Bolsas e Camisetas , Meteoro, Quilombaque, Mamma vendeta, Laboratório Nômade, Rasgada Coletiva, Andar 7 e meio, Coexistir, Cicas, Playtech, Agenda 21 e Antera.


Cronograma

13:00 | 14:00 - Intervenções e Sarau – “13h as 13h20 performance “Me amo você”
13h20 as 14h –“Sarau Sangue Suor e Anarquia”
14:00 | 14:40 - CRUEL FACE
15:00 | 15:40 - MANGER CADAVRE?
16:00 | 16:40 - NUCLEAR FROST
17:00 | 17:40 - INFAMOUS GLORY
18:00 | 18:40 - FIM DO SILENCIO
19:00 | 19:40 - SOCIAL CHAOS
19:40 | 20:10 - CONGO SHOCK
20:20 | 21:00 - DER + TEST

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Flávia Morniëtári - Hellarise

A nossa homenageada da vez é a Flávia Morniëtári, frontwoman de uma banda mista entre homens e mulheres, que produz um misto do death metal com o metal tradicional, intercalando vocais de ambas escolas. Oriunda de São Paulo, SP, a banda possui grande influência de Archy Enemy.

Biografia


HellArise é uma banda feminina de fachada do Brasil, criado em 2009 na cidade de São Paulo, Brasil.
Durante o segundo semestre de 2009, HellArise, que começou como uma banda só de mulheres, teve alguns shows, o primeiro com uma composição de sua própria já, chamado "My Outrage". Depois de quatro shows, eles decidiram se concentrar em novas músicas.
Seu CD demo foi gravado em abril e maio/2010, e foi lançado no início de julho. Este trabalho foi muito bem recebido pela crítica e mídia especializada, tanto no Brasil quanto no exterior.
Depois de algumas mudanças de formação durante 2011/2012 e um primeiro semestre muito difícil em 2012, os HellArisers finalmente gravou seu primeiro single, chamado "A violência mais estúpida". Este single foi lançado em 31 de outubro de 2012.
No início de 2013, Flávia Morniëtári e Mirella Max, os únicos membros remanescentes da época, percebeu que a idéia "só de mulheres" não era realmente o que eles acreditavam em mais, então eles começaram a procurar por bons músicos para completar a formação, sem ter que se preocupar com sexo. Ao mesmo tempo, Mirella decidiu mudar de tambores para guitarras, o que lhes deu a idéia de convidar Felippe Max para se juntar à banda como baterista.
Depois de jogar um par de shows com convidados de apoio, Kito Vallim tornou-se seu baixo oficial.
Neste momento, os HellArisers está preparando seu próximo EP, que será lançado no segundo semestre de 2013.




Hellarise é:


Flávia Morniëtári - Chumbo & Backing Vocals (Grunts & Clean)
Mirella Max - Guitars
Felippe Max - Drums

Kito Vallim - Bass




Sites Relacionados:
www.hellarise.com
www.facebook.com/hellarise
www.myspace.com/hellarise

terça-feira, 11 de junho de 2013

Diana Arnos - No Way

A homenageada dessa semana vem de uma banda oriunda de São Paulo, que existe desde 2006. A frontwoman do No Way, Diana Arnos representa cm qualidade o som proposto pela banda, que possui influências de Pantera, Black Label Society, Testament e Metallica.

BIOGRAFIA

Formada em 2006, a Banda No Way foi idealizada e fundada por dois músicos, Danilo Boccato (guitarra) e Daniel Bianchi (bateria), ex-integrantes de bandas cover de São Paulo, com o intuito de fazer musicas próprias mostrando seu estilo e buscando outros músicos para o complemento do projeto. 
Posteriormente, a vocalista Diana Arnos ingressou na banda, marcando assim a característica de vocais fortes nas composições, e depois o baixista Felipe Ribeiro, trazendo a sonoridade de um baixo bem trabalhado. No final de 2008 Rodrigo Alves, ex-aluno de Danilo Boccato, entra na banda, assumindo outra guitarra. Com esta formação, as composições próprias foram tomando forma, devido às influencias de seus integrantes por bandas como Pantera, Black Label Society, Testament e Metallica, porém fazendo um som original e característico. 
Assim, a banda participou de vários eventos, dentre eles o 4º Manifesto Rock Fest, e o I Festival de Bandas Independentes de Osasco, do qual saíram vitoriosos, levando os prêmios de melhor banda e melhor musica própria, com “Leading Way to Suicide”. Em agosto de 2010, foram convidados para abrir o 1º Abutre’s Rock Motor Fest, festa do Motoclube Abutre’s, facção Osasco. 
No começo de 2011, o guitarrista Danilo Boccato deixa a banda e esta opta por continuar com apenas uma guitarra. Com esta formação, a banda vence o 8º Manifesto Rock Fest, obtendo ótimas criticas de suas apresentações pela mídia especializada. 
Em julho de 2012 a banda lança o seu primeiro single, “Leading Way to Suicide”, tocando em várias web rádios brasileiras. 





NO WAY é:
Diana Arnos - Vocals 
Felipe Ribeiro - Bass 
Daniel Bianchi - Drums 
Rodrigo Alves – Guitar

Links Relacionados:

https://www.facebook.com/brnoway

http://www.brnoway.com/p/music.html

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Megaira - Luxúria de Lillith


A homenageada de hoje se chama Megaira   vocalista de uma banda de black metal oldschool formada em 1998, Luxúria de Lillith. Oriunda de Goiânia (GO), possui influência de Sarcofago, Arkanos ad Noctum, Lua Negra, Mystifier, Amen Corner, Vulcano, Chakal, Murder Rape, Mystical Fire, Murmur, Mausoleum, Maleficarum, Hécate, Amazarak, Movarbru, Malku, entre outros nomes.



Biografia
Horda fundada em 1998 por Drakkar, lançou diversas demos e 3 discos oficias 'A Volúpia Infernal' 2005 e 'Sucumbidos pela Carne' 2009. Entre os anos de 2011 e 2012 a horda finalizou seu último trabalho intitulado "Mundo de Cadáveres"
A Horda Luxúria de Lillith, realizou recentemente alguns shows em seu novo lançamento oficial, com uma pré apresentação do Single 2011 "Rascunho do Fim" com três hinos infernais. A horda já tem novas datas confirmadas no Brasil.

Luxúria de Lillith é:

Drakkar - Drums and vocals.
Larakna - Guitar back vocals.
Megaira - Guitar back vocals and solos.
Arkana - Bass

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Fernanda Gomes - Losna


A vocalista homenageada dessa semana é de uma banda de Thrash Metal, oriunda de Porto Alegre (RS), Fernanda Gomes da banda Losna.  A banda está em preparação para gravar um material novo que será sucessor de “Distilling Spirits”, lançado em meados de 2011.

BIOGRAFIA

LOSNA foi destilando seu som amargo desde 2004. A propagação raiva banda e da violência através de riffs de corte, baixo, bateria enlouquecida destrutivos e uivou vocais! Podemos dizer que o som é um crossover de Thrash Metal, Hard Core Old School e pitadas de Death Metal.

Com a energia criativa e ácido das irmãs, não se esqueça, esta banda está a caminhar para a vitória!





Losna é:

Fernanda Gomes - Bass/Vocal
Débora Gomes - Guitar
Marcelo Índio - Drums

Sites Relacionados:

www.losna.com.br
www.myspace.com/losnametal
www.metalmedia.com.br/losna
https://www.facebook.com/losnametal

domingo, 12 de maio de 2013

[ ENTREVISTA ] Adriana Ferraz & Renata Paschoa | PANNDORA


Entrevista especial em dose dupla com as integrantes  Adriana Ferraz "Adrismith" (baterista)  e Renata (vocalista) da banda PANNDORA, de Maringá(PR). 

Confira agora!



QoS- Conte um pouco do início da banda.
Fale sobre as mudanças e dificuldades que enfrentaram.
Adrismith: A banda foi formada em 2000 e desde então a formação do line up da banda vêm mudando. Já é difícil achar mulheres que realmente curtam Heavy Metal, essa dificuldade aumenta ainda mais quando se trata de mulheres instrumentistas/musicistas. A maior dificuldade da Panndora sem sombras de dúvidas, foi a estabilidade na formação das integrantes!
QoS- Qual é a reação do público nos shows ao ver que você, uma mulher, possui um vocal totalmente apto ao Heavy Metal tradicional. Teve que se preparar tecnicamente para a banda?
Renata : Na verdade eu já cantava numa banda de Hard Rock antes de entrar na Panndora. Quando posso sempre treino as músicas, ensaio, é muito importante!

QoS- Como é o cenário independente na sua região? Fale um pouco das bandas, produtores e público.
Adrismith: A cena Metal na região de Maringá já foi bem melhor que agora. Existiam mais bandas, o público era bem maior do que é hoje e eram realizados mais shows! Infelizmente a cena vêm caindo e noto que não é só aqui (falando de underground).
QoS - Quais são os planos da banda para 2013?
Adrismith: Compor para nosso segundo full lenght e a gravação de mais um vídeo clipe.
QoS - Qual foi o melhor show de vocês?
Adrismith: Tivemos vários ótimos shows, não tem um "melhor" específico. Mas posso citar alguns como lá no Acre, Brasília, São Paulo, Indaial (que tinha mais de 2 mil pessoas).
QoS - Cite e comente sobre 3 influências nacionais e 3 internacionais da banda.
Adrismith: Temos somente influências internacionais, como Running Wild, Iron Maiden, Wasp, dente outras.
QoS- O que você acha que falta para fortalecer o underground nacional?
Adrismith: O público apoiar mais e as empresas/patrocinadores notarem que o underground pode ser algo rentável a eles e apoiarem mais nossa cena!

QoS- Quantos shows fazem por mês ou semestre aproximadamente? A banda segue algum tipo de meta interna?
Adrismith: Não seguimos meta, tocamos quando podemos ou somos convidadas na verdade! Não estamos tocando tanto como desejaria porque estamos com outros compromissos profissionais ultimamente!
QoS - Esse espaço é seu. Use-o como quiser!
Adrismith: Agradeço de coração ao Queens of Scream pela oportunidade! Para as pessoas que quiserem conhecer melhor o trabalho da Panndora, só acessar os links:
www.panndora.net
www.mypace.com/panndoraband

News: Sinaya retorna com nova formação


A banda de thrash metal, formada em 2010, original da cidade de Campinas, Sinaya, após um longo período de ensaios e gravações, voltará a fazer shows com nova formação a partir de junho desse ano. O primeiro evento que a banda participará é o Female Command, organizado pela Undervale, na cidade de São José dos Campos.


A banda irá liberar em breve seu primeiro EP.

Sinaya é:

Taty Kanazawa - Vocals
Mylena Monaco - Guitars & Backs
Yasmin Amaral - Guitars
Tamyris Leopoldo - Bass
Isabela Moraes - Drums
Links Relacionados :


http://sinayametal.wordpress.com/
http://www.youtube.com/watch?v=lBAokSGwFT8
http://www.youtube.com/watch?v=nDFVMjWq2fQ
https://www.facebook.com/sinayametal

quinta-feira, 9 de maio de 2013

[ NEWS ] - Female Command em São José dos Campos

Mais um evento somente com mulheres no vocal! Em São José dos Campos, dia 21 de junho, na Hocus Pocus Studio & Café, produção da Undervale.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

[ ENTREVISTA ] - Angélica Burns & Cíntia Ventania | SCATHA



Angélica Burns & Cíntia Ventania são integrantes da banda de Thrash Metal SCATHA ( RJ), e nos concederam uma entrevista muito interessante e exclusiva, confiram!!


QoS- Conte um pouco do início da banda. Fale sobre as mudanças e dificuldades que enfrentaram.
CÍNTIA -  A banda teve início em 2005, quando eu (Cíntia Ventania - Baixo) e Julia pombo (Guitarra) nos conhecemos pela internet ambas com intuito de montar uma banda de Metal. Ela já tinha uma vocalista e estavam a procura de outras meninas para a banda. Esse
início, como era difícil encontrar outros membros do sexo feminino, fazíamos muitos ensaios só de cordas até quando chamamos um baterista para tocar conosco... Mas a formação não durou muito, e
conhecemos uma baterista e começamos a compor músicas autorais. Um pouco mais a frente, ainda em
2005, essa nossa baterista deixou a música e por sorte, conseguimos a Cynthia Tsai
Yuen(Baterista), que tocava na época na banda Trinnity. Passamos alguns meses com essa formação em trio, que nos deu muito entrosamento.

Inicialmente a Scatha era uma banda que tocava do Heavy ao Thrash, mas
depois que começamos a compor, vimos que nossa praia era mesmo a metranca, e tomamos essa
identidade Thrash Metal, e junto, veio nosso lema "Keep Thrashing!", que intitulou nossa demo.

Ainda em 2005, Paula Leão (Guitarra) entrou na banda, trazendo Rebecca
Schwab para os vocais.Finalmente, nossa formação fechou em Junho de 2005, e fizemos nossa
primeira apresentação em agosto daquele ano. Seguimos compondo para gravar a demo. Em 2006
lançamos um EP com as músicas Breaking Proves e Own War. No final de 2006 a vocalista
Rebecca deixou a banda e Angélica Burns (vocal) assumiu o cargo dando uma agressividade extra ao som da banda em janeiro de 2007.Neste mesmo ano, aproximadamente em agosto foi lançada a demo "Keep
Thrashing!" contendo 5 músicas autorais, sendo uma delas regravação do primeiro EP.

Em meados de 2008 a guitarrista Paula Leão deixou a banda e seguimos o
trabalho somente com Julia Pombo na guitarra.
Em fevereiro de 2013 a guitarrista Renata Decnop (Empürios) se juntou
à Scatha, e agora começamos uma nova era!





QoS- Qual é a reação do público nos shows ao ver que você, uma mulher,
possuindo um vocal totalmente apto 
ao Thrash Metal tradicional.
Teve que se preparar tecnicamente para a banda?
ANGÉLICA -  A reação do público é um misto de surpresa, respeito e
admiração. O pessoal que não me conhece, quando me vê subindo no palco
acha que ouvirá algo como Simone Simons e quando começo a cantar vejo
a cara de espanto surgindo nos rostos do público.
Depois que desço do palco, o pessoal vem elogiar e me perguntar como eu canto daquele
jeito. Pois bem começei a cantar gutural com 15 anos fazendo cover do
Arch Enemy.
Aos 17 entrei para o Scatha e as meninas queriam que eu fizesse um vocal menos Death metal e mais Thrash Metal. Até então nunca havia feito aula de canto e cantava sem técnica.
Então começei a fazer aulas de canto com Luiz Syren, vocal da banda Syren, e aprendi
todas as técnicas de canto tradicionais e a partir dai incorporei essas técnicas ao gutural e pude desenvolver um vocal mais Thrash Metal para Scatha. O vocal gutural precisa ser feito com técnica, caso
contrário pode prejudicar as cordas vocais de quem o pratica.


QoS- Como é o cenário independente na sua região? Fale um pouco das
bandas, produtores e público.
CÍNTIA- O Rio de Janeiro tem uma cena considerável, mas o público
mais interessado é o dos 
municípios vizinhos ao Rio de Janeiro... A capital possui alguns
eventos, mas nada que se compare à cena de Volta Redonda, Macaé, Barra de Piraí dentre outros
municípios vizinhos. Não que eu esteja desprezando o público carioca, pois somos parte dele, mas quase todo público que vai nos eventos, é de bandas amigas - Mas no Rio mesmo, somos poucos, mas somos bons!



QoS- Quais são os planos da banda para 2013?
CÍNTIA-  Nosso foco agora é gravar nosso álbum. Infelizmente com entradas e saídas de integrantes e problemas e causalidades, não conseguimos fazer isso antes. Mas estamos focadas, e creio que em breve teremos um novo material gravado. Músicas já temos para 2 álbuns, mas tempo e verba para gravar, estão em falta!



QoS- Qual foi o melhor show de vocês?
CÍNTIA- Olha... difícil dizer...
Mas grandes shows que fizemos foram: Marreco's Fest em 2011 em

Brasília, ano passado no Festival

Rock e Pense em Nova Iguaçu e este ano fizemos 2 ótimos shows em Angra
dos Reis e Barra do Piraí.

ANGÉLICA- Não posso deixar de citar a seletiva do Wacken Metal Battle
que participamos em 2009 no Rio de Janeiro.


QoS- Cite e comente sobre 3 influências nacionais e 3 internacionais da banda.
CÍNTIA- Essa é fácil!
Das nacionais: Korzus, Claustrofobia e Vulgar
Das internacionais: Slayer, Testament, Exodus... Dentre muitos outros!


QoS- O que você acha que falta para fortalecer o underground nacional?
CÍNTIA-Essa questão é bem polêmica, mas é simples de ser respondida.
Para se haver um fortalecimento da cena, as bandas tem que valorizar e respeitar seus
trabalhos. Se você for colocar na ponta do lápis, as bandas só gastam, e nem no zero a zero ficam... Aí
alguns produtores tentam pixar sua banda, a chamando de estrela e afins... Outras bandas que não se
respeitam também vem dizer que somos "mainsteam", mas só queremos ter nosso trabalho reconhecido e
valorizado... As bandas tem que se ajudar, e se valorizar entre-si.

O que sinto que falta um pouco ainda hoje é o coleguismo e a troca de
favores e serviços entre bandas.Mas isso é um assunto bem longo, mas acho que deu para ter uma certa
ideia do que estou falando...


QoSQuantos shows fazem por mês ou semestre aproximadamente? A banda
segue algum tipo de meta 
interna?
CÍNTIA- Não temos uma meta de show por mês, pelo fato de sempre
estarmos com metas diferentes 
para gravar, ou para compor... Tentamos pelo menos fazer um show ao mês.

Quanto a metas, sempre tentamos traçar metas menores, pois são mais
fácil alcançáveis. Infelizmente nossas vidas se dividem entre a música, trabalho, estudos, vida
pessoal... E nem sempre uma meta traçada pela banda está em primeiro lugar, e vamos tentando
administrar tudo da melhor forma possível.


QoS- Esse espaço é seu. Use-o como quiser!
CÍNTIA- Muito obrigada ao QUEENS OF SCREAM por nos dar esse
espaço para contarmos um 
pouco da nossa luta!

Continuem na batalha, porque música é por amor! E não tem nada mais
gratificante do que fazer um show que agrade ao público. Um show é uma descarga de energia em que
expressamos através de riffs nossos sentimentos, dos mais bondosos, aos mais raivosos.

Keep Thrashing!


SCHATA É:

Angélica Burns: Vocal
Cíntia Ventania: Baixo e voz
Cynthia Tsai Yuen: Bateria
Julia Pombo: Guitarra e voz
Renata Decnop: Guitarra e voz


LINKS RELACIONADOS:

https://www.facebook.com/ScathaBand?fref=ts

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Mayara Puertas - Necromesis

A homenageada dessa semana é a mais nova frontwoman da banda Necromesis, banda que iniciou suas atividades em 2006. A banda que é original de Santo André, tem influências claras de Carcass, Death e Sepultura. Confira um pouco sobre a história da banda. 

BIOGRAFIA

Em 2006, Victor Prospero juntou-se a alguns amigos para tocar covers de músicas que gostavam. Apresentavam-se em pequenos eventos e bares no ABC Paulista. Quando Daniel Curtolo integrou a banda em 2007, começaram a surgir as primeiras composições próprias. Em 2008 a banda passou se dedicar integralmente às músicas próprias. Com a entrada do baterista Gil Oliveira, veio também a influência dos elementos de música brasileira, somados ao som técnico e trabalhado que a banda já fazia. Em 2009 a banda lançou o CD demo “The Dark Works of Art”, que trazia como tema central histórias de terror. Durante a divulgação deste CD, a banda se apresentou ao lado de grandes nomes do Metal como Onslaught (Inglaterra), Master (E.U.A.), Man of Kin (Inglaterra), Besatt (Polônia), Cangaço, Dr. Sin, Andralls, Pastore, Nervochaos, Necromancia e Ação Direta. Tudo isso colaborou para a divulgação e o reconhecimento da banda dentro do cenário de bandas independentes. Apos a saída de Victor Prospero , Gustavo Marabiza e mayara Puertas assumiram baixo e vocal respectivamente , e atualmente a banda está percorrendo o Brasil em divulgação do EP “Evolving to an Underworld”, que apresenta em suas letras o submundo que o ser humano está criando e que futuro o espera.





MAIS SOBRE A BANDA
http://www.necromesis.com
http://www.myspace.com/necromesisdeathmetal
http://www.fotolog.com.br/necromesis
http://www.lastfm.com/music/necromesis
http://www.twitter.com/necromesis
http://www.purevolume.com/necromesis

[NEWS] Festival Princesas do Rock | RJ

Festival princesas do rock 4ª edição

Com as principais bandas femininas do Rio

****Scatha**** (thrash metal) 20:00
http://www.facebook.com/ScathaBand
http://www.youtube.com/watch?v=PBbeDqBJrWY
https://www.youtube.com/watch?v=1g0Ew_VWlyE

***Mortarium*** (doom metal) ás 19:00
http://www.reverbnation.com/mortariumdoommetal
http://www.facebook.com/Mortarium
http://www.youtube.com/watch?v=UQoNbNAdDhQ
http://www.youtube.com/watch?v=D1LGl2mQuyI


***Tevadom*** (thrash metal) ás 18:00
http://www.facebook.com/tevadom

***Catilinárias*** (punk rock) ás 17:00
 

Para mais informações, acesse:https://www.facebook.com/events/294768437323801